Grupo Guerra confirma venda de

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Grupo Guerra confirma venda de unidades à Copavel

Marcilei Rossi com Assessoria marcilei@diariodosudoeste.com.br Esta semana a Copavel e o Grupo Guerra emitiram comunicado ao mercado assinado pelos presidentes Divo Grolli e Luiz Fernando Guerra, respectivamente, informando o acordo comercial, onde a cooperativa com sede no oeste do Estado adquiriu as unidades de recebimento de cereais e também a Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) de soja e trigo pertencentes a Sementes Guerra. De acordo com o comunicado “através da presente aquisição, a Coopavel consolida sua expansão no sudoeste do Paraná e apresenta ação vigorosa em sua missão de levar o cooperativismo e também seu projeto de transformação e de valor agregado a região do Sudoeste e do agronegócio brasileiro.” Ainda de acordo com a publicação, “o Grupo Guerra, a partir de 2020 priorizará suas atividades de pesquisa e melhoramento em sementes (através da Guerragt, sociedade com a francesa RAGT), seu negócio de distribuição de insumos, seu trabalho industrial no setor de fertilizan es foliares e químicos através da GreenYield Agrociencia e também a multiplicação e comercialização de sementes de milho híbrido através da Sementes Guerra.” Também foi destacado que “todos os clientes da Sementes Guerra nos setores adquiridos pela Coopa vel continuarão com o mesmo atendimento existente há décadas, primando pela seriedade, segurança e profissionalismo, virtudes características de ambos.” De acordo com Luiz Fernando Guerra há um tempo o grupo por ele presidido já vinha estava em negociação com outras marcas, sendo que a escolha pela Copavel passou pela visão de industrialização no futuro. “Há um tempo que queremos sair do setor de commodities e atuar mais na tecnologia, de pesquisa e melhoramento com nossos sócios franceses.” Guerra também destacou que a Copavel optou por manter todos os colaboradores das unidades adquiridas. “Isso é muito importante porque não há a situação de desligamentos de muitas famílias”, disse ele, voltando a repetir o fator modernização das plantas adquiridas. O presidente do grupo pato- -branquense também evidenciou a expertise da Copavel. “Todo o cereal in natura que eles recebem é industrializado. E eles vem com esse pensamento para o Sudoeste.” Ele ainda revelou que são três plantas do grupo que são compreendidas pela negociação, a unidade de Vitorino, a de Bom Sucesso e uma de Pato Branco, além da UBS de soja, que também está instalada em Pato Branco. Sem revelar valores da transação econômica, Guerra pontuou que “só falando pelo fato de eles [Copavel], passarem a se identificarem como Copavel Sudoeste como foi anunciado, demonstra o pensamento de fazer com que toda a matéria-prima recolhida, seja transformada”, disse o presidente do Grupo Guerra se mostrando otimista ao fato de que no futuro, a Copavel possa desenvolver em Pato Branco, parte do que hoje é implementado em Cascavel

Fonte: Diario Sudoeste
 

PARCEIROS E APOIADORES

Agência de Desenvolvimento Regional do Sudoeste do Paraná
Rua Florianópolis, 478 - Francisco Beltrão - Paraná
Fone: +55 46 3524-0558 | Fax: +55 46 3523-7083